Kazim admite erro e revela pedido de desculpas ao grupo: ‘Sou homem’

A noite para o Corinthians não foi boa, mas especialmente para um jogador ela foi pior. No dia de seu aniversário de 31 anos, o atacante Kazim teve a oportunidade de jogar no time titular pela primeira vez no Brasileirão, no lugar de Jô, suspenso. Era para ser uma partida especial, porém não foi o que ele e os corintianos esperavam.

Além de não ter conseguido balançar a rede e ter ouvido a torcida pedir Carlinhos, o turco diagnosticou o próprio erro no lance do gol do Atlético-GO, em que ele não teria acompanhado Gilvan, que subiu sozinho para cabecear. Algo que, segundo ele, não poderia ter acontecido.

– Acho que quando nosso time tomou um gol, eles se fecharam muito, jogaram os dez atrás, o goleiro deles jogou bem, eu tive um erro na hora do escanteio. Eu não posso errar nesse ponto, não tenho desculpas – lamentou.

Perguntado se a falta de ritmo teria prejudicado a sua atuação, Kazim preferiu dizer que isso não pode ser usado como motivo para os erros. Ele também admitiu que pediu perdão para os companheiros.

– Eu acho que todo jogador precisa de ritmo, isso não é desculpa. Eu tive esse erro no cruzamento, eu não poderia perder essa bola. Eu pedi desculpa para o time, para a torcida, porque é muito importante para nós continuarmos esse momento, normal seria ganhar esse jogo – comentou.

Emocionado e chateado com o resultado e com sua atuação, Kazim se viu na obrigação de pedir perdão ao elenco como um gesto de hombridade.

– Normal, um homem fala a verdade, eu errei hoje. Eu sou homem, não um menino. Quando eu erro, eu peço desculpas – finalizou.

Kazim atuou em 22 partidas pelo Corinthians nesta temporada e marcou dois gols, um contra o Vasco, na Florida Cup, e outro contra o Audax, pelo Paulistão.

O Timão volta a campo apenas no dia 10 de setembro, quando enfrenta o Santos, pela 23ª Rodada do Campeonato Brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *